Campeonato Nacional Natação

No fim de semana de 16 a 19 de março de 2018, a equipa masculina do Colégio conseguiu pelo 4º ano consecutivo, manter-se no escalão mais alto da natação portuguesa no que diz respeito aos campeonatos Nacionais de Clubes. Com todas as previsões de descida certa.....Continuamos na 1ª Divisão!. 

Mesmo com alteração de figurino deste campeonato, onde cada clube era representado por dois atletas por prova, o colégio com 9 atletas, foi a 9º classificado, deixando para trás o Clube Galitos de Aveiro, Estrelas São.João de Brito e  a SFUAP. 

Com uma equipa constituída por 3 Juvenis, sem ajudas estrangeiras ou de outros clubes, com TODOS os atletas "nascidos e criados" no Colégio, os nossos valentes só na ultima sessão, deram a volta e passaram dos últimos lugares para a classificação que nos permite voltar a estar neste palco para o próximo ano.

 

os nossos heróis:

 João Bernardo, juvenil chamado para nadar as provas de 50 e 100 livres, que não são a sua especialidade, mesmo assim com recordes pessoais, nas duas, e apesar de ter ficado nos últimos lugares (como esperado) deu ao Colégio pontos muito valiosos.

 Gonçalo Gordo, o "pequeno" juvenil, destemido, nadou os 200 Livres, 400 Estilos e 200 Bruços, melhorando significativamente os seus tempos, pontuou bastante mais do que se esperava. Com uma atitude corajosa, guerreira e competitiva, "venha o que vier, eu estou cá", está de parabéns! 

 Diogo Costa, o terceiro Juvenil e apesar disso, foi dos que mais pontuou para o clube, com provas excelentes dos 200 Livres e nas estafetas (em todas). O homem-bala, conseguiu o registo de 27:65 aos 50 metros Costas, que apesar de não haver registo para este escalão, foi o melhor tempo de sempre em Portugal para esta Prova.

 Diogo Cardoso, o único Júnior, Fundista de serviço, nadou aquelas provas difíceis de 1500 Livres, 400 Estilos, 400 Livres e 200 Estilos em dois dias. Como normalmente, assegurou os pontos necessários para nos destacarmos da concorrência no Fundo, fez ainda recordo pessoal aos 400 estilos. Foi determinante!

 Nuno Rafeal Silva, Jovem sénior, a braços com uma lesão que impede de grandes treinos, o Rafa, nadou os 100 e 50 Bruços e 50 Livres, fez recorde pessoal nas provas de 50, destacamos os 50 Bruços, passando para a casa dos 32 segundos, muito positivo, com grande potencial para provas rápidas.....

 Diogo Rebelo, nadador polivalente, nadou os 1500 livres onde fez uma boa classificação e recorde pessoal, nadou ainda os 400 Livres, 200 e 100 Mariposa, foi uma excelente segunda linha, fundamental para o campeonato onde cada clube é representado por dois nadadores.

 André Carvalho, o mariposista da serviço, fez perto do seu melhor e foi fundamental na estafeta 4x100 Estilos, onde a equipa do colégio foi 4º Classificada na geral.

 Rodrigo António Rosa, o Ás que ao fim de 3 anos consegue melhorar o seu tempo aos 100 Costas, melhorou por quase meio segundo aos 200 Costas, foi o nadador do clube que melhor classificação obteve foi 5º aos 50, e 3º nos 100 e 200 Costase que portanto mais pontos fez. Um desempenho brilhante, com uma atitude matura de quem tirou prazer genuíno da competição e da luta. . Está de parabéns!

 Pedro Silva, o mais velho atleta (24 anos) e Capitão, foi decisivo, não só nas classificações que ia obtendo, mas no momento em que mostrou grande valentia, na ultima jornada, onde as suas classificações eram determinantes (100 Livres e 50 Bruços) para ultrapassar o adversário direto (Estrelas SJ de Brito). Não só fez os seus melhores tempos como contagiou o resto da equipa, transcendeu-se, desempenhou a sua função de Capitão e líder da melhor maneira. Foi determinante.

 

Mais uma vez, estão todos de parabéns por estes resultados: os colegas de equipa que têm a sua responsabilidade nestes resultados; aos treinadores por quem passaram estes atletas (Elena Kraeva, Francisco Frederico, João Pereira, Diogo Pinto), e aos pais e mães, pelo apoio diário.

2018. Colégio Integrado Monte Maior, Loures. Todos os direitos reservados